A arte ou ‘intervenção artística’, ao custo de R$ 20 mil e ainda mais R$ 580 mil que foram disponibilizados, dá-se por uma ‘praia improvisada’ com uma lona amarela no chão, alguns guarda-sóis coloridos, esteiras, cadeiras e, obviamente, várias pessoas espalhadas utilizando trajes de banho, e que foi instalada em frente a Câmara de Vereadores no Parque Halfeld em Juiz de Fora.

O fato fez Juiz de Fora ser comentando em nível nacional, virando manchete em vários jornais, como o Jornal da Cidade Online, com mais de 1 milhão de seguidores abrangendo nível nacional de audiência.

Sobre a semana de arte Moderna. Serão 15 projetos de 20 mil reais cada. Totalizando 300 mil reais.

A programação do Centenário da Semana de Arte Moderna será aberta neste sábado, 5, com a intervenção urbana “Praia”, a partir das 10h, no Parque Halfeld. A proposta é criar um cenário de litoral em um dos espaços mais tradicionais de encontro em Juiz de Fora, suscitando questionamentos em torno da forma como os juiz-foranos e as juiz-foranas lidam com a exposição da diferença dos corpos. O que permitem (se) ou não aqui e em suas viagens de férias?

A ação vai reunir integrantes do grupo Mercúrio Líquido, sediado no Diversão e Arte Espaço Cultural: Thalita Reis, Rafael Costa, Rodrigo Medsan, Ayslan Melo e Leticia Nabuco. A intervenção “Praia”, que volta a ser apresentada no dia 12, no mesmo horário e local, terá ainda a participação de artistas selecionados por meio de uma convocatória: Eduardo Saleme, O Guilherme que Escreve, Jaínne Ladeira, João Pedro Azarias, Marco Raphael, Rebeca Lima, Silvana Marques, Sol Mourão, Thaís Oliveira e Pedrada, o Legítimo.

A releitura da Semana de Arte Moderna com artistas juiz-foranos segue durante todo o mês de fevereiro, e a programação pode ser acompanhada pelas redes sociais da Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa). Ao todo, serão apresentados 15 projetos financiados pelo Programa Cultural Murilo Mendes, que é mantido pela Prefeitura de Juiz de Fora. A seleção das propostas aconteceu por meio do Edital Pau-Brasil.

Vários parlamentares se pronunciaram sobre o ato, todos contra o gasto.