Foram colhidos, cerca de três quilos de coentro e 22 quilos de rúcula.

Na manhã desta sexta-feira, 13, a horta comunitária do bairro Jóquei Clube II teve sua primeira colheita. A comunidade envolvida no cuidado da horta, juntamente com as equipes da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) e da MRS Logística, colheram cerca de três quilos de coentro e 22 quilos de rúcula e, em breve, colherão ainda mais variedades.
 

Inaugurada no início de dezembro, o espaço, localizado ao lado do Ecoponto, na Avenida Antônio Weitzel, visa garantir alimentos de qualidade para a população, além de promover educação ambiental e espaço de interação para os moradores. “Desejamos que essa seja a primeira de muitas colheitas de alimentos de qualidade, sem agrotóxicos e produzidos em um sistema produtivo viável, sustentável e comunitário”, disse o zootecnista e assessor da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), que acompanha, prestando assistência técnica, os moradores que cuidam da horta, Arthur Sodré.
 

“Esse projeto é tão lindo, que não vamos deixar acabar. Temos muito carinho com esse espaço e estamos muito felizes de plantar e servir a comunidade. Só tenho agradecer a Prefeitura e a MRS por proporcionar esses momentos para nossa comunidade”, ressaltou o presidente da Associação de Moradores do Bairro Jóquei II, Sebastião Adão dos Santos.
 

A moradora Fátima Aparecida Gomes participou da colheita e para ela “é muita emoção vivenciar esse momento, eu nunca participei de algo assim. A gente sempre vai à horta ou mercadinho para comprar, e hoje estamos aqui para colher nossas verduras, gratuitamente. É emocionante”.
 

De acordo com a engenheira ambiental do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (Demlurb) Victória Abrahão, “o composto orgânico da horta vem da compostagem dos resíduos verdes tratados no Parque Municipal, um produto rico em nutrientes e utilizado para fertilização do solo”.
 

Visando a sustentabilidade da horta e colaborando para que o meio urbano seja ainda mais sustentável, o próximo passo das ações da horta comunitária é a implementação de composteira para produção de adubo orgânico, em que os moradores serão estimulados a trazerem os resíduos de orgânicos domésticos para serem compostados. Os materiais recicláveis também poderão ser levados ao espaço vizinho à horta, onde serão destinados à Associação Lixo Certo (Alicer). Além disso, em breve, será realizada, para toda a comunidade, oficinas sobre compostagem e cultivo de hortas.
 

O projeto faz parte do Programa Boniteza, e conta com a participação das seguintes pastas da PJF: Secretaria de Governo (SG); Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa); Secretaria de Obras; Departamento Municipal de Limpeza Urbana (Demlurb); e Companhia de Saneamento Municipal (Cesama).
 

Foto: Nathália Leite