Gabriel Mello Soares, de 19 anos tinha ido à cidade carioca para passar as férias do trabalho na casa da avó que mora na cidade Serrana do Rio.

O corpo do jovem de Juiz de Fora, na Zona da Mata de Minas Gerais, Gabriel Mello Soares, de 19 anos, foi encontrado em Petrópolis, no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (21). Ele é uma das vítimas do temporal que atingiu a cidade no último dia 15 e já deixou, pelo menos, 182 mortos. 

Soares tinha ido à cidade carioca para passar as férias do trabalho na casa da avó que mora na cidade Serrana do Rio. Na hora da chuva, ele estava em casa com familiares quando houve o desmoronamento de várias casas na região.

Alguns primos e a avó dele foram resgatados, mas ele não conseguiu sair.  O rapaz estava em Petrópolis há duas semanas e voltaria para a cidade mineira no fim do mês.

A família dele seguiu para o Rio de Janeiro e aguarda a liberação do corpo pelo Instituto Médico-Legal (IML) da cidade carioca. Ainda não há detalhes sobre velório e enterro. 

Jovem sonhava em viver da música

Descrito pela tia Jéssica Mello, de 26 anos, como responsável, prestativo e muito família, Soares trabalha na loja para se sustentar, mas sonha mesmo em ser cantor de TRAP e viver da música.

“Ele gosta muito de cantar, fazer mixagens, como ele fala. O sonho dele é viver de música. Na internet, ele gosta de usar o sobrenome, Soares, como nome artístico. É um menino bom, muito família, apegado aos irmãos, e sempre muito prestativo. Recentemente ele fez inclusive um vídeo clipe de uma música e estava muito feliz”, diz a tia emocionada.

No YouTube, a página de Soares conta com oito músicas publicadas, inclusive um album com quatro canções chamado “Armas e Rosas”. A última música divulgada por ele na rede social, em dezembro de 2021, chamava “Antes de eu morrer”.

“Antes de eu morrer, o melhor dessa vida eu quero viver. Sem medo de arriscar, mesmo sabendo que eles querem me afundar. Já fiz minha mãe chorar, hoje ela me ouviu na rádio eu fiz ela dançar. Nem sempre foi assim, mas já falei, um monte de vez, que eu nasci pra brilhar”, diz a canção.

Fonte: O Tempo