Foto: Agência Minas




A Secretaria de Estado de Infraestrutura, Mobilidade e Parcerias (Seinfra) e o Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) realizaram ações de fiscalização para apurar irregularidades na operação de linhas intermunicipais da empresa Gardênia, na semana passada.

A companhia de viação atende 107 municípios no Sul de Minas, transportando quase 2 milhões de passageiros por ano.




As ações ocorreram durante três dias, de 10 a 12/4, e foram motivadas pelas reclamações registradas por passageiros que utilizam os serviços da empresa, entre elas queixas por atrasos nas viagens e má conservação dos ônibus.

Os agentes abordaram 13 veículos nas cidades de Passos, Cássia e Poços de Caldas, quase a totalidade da frota que atende estas três cidades, e apenas um não foi autuado por problemas encontrados em itens de conforto e segurança dos veículos, e também por descumprimento dos quadros de horários.




As equipes de fiscalização ainda retiraram de circulação dez ônibus, por apresentarem problemas de manutenção. Esses veículos só poderão voltar a circular após sanar as irregularidades e passarem por nova vistoria no DER-MG. Para que os usuários não fiquem desassistidos, a Seinfra concedeu uma autorização para que a empresa Santa Cruz opere emergencialmente as linhas.

“Por meio de inspeções regulares, a Seinfra verifica se as empresas concessionárias estão operando conforme os padrões determinados em contrato e na legislação, garantindo assim a segurança para o passageiro, qualidade e a eficiência do transporte público”, atesta o subsecretário de Transportes e Mobilidade, Aaron Duarte.




Fonte: Agência Minas