Foto: Polícia Federal




Nesta quarta-feira (10), a Polícia Federal de Juiz de Fora deflagrou a Operação ‘Conexão Penha’ visando desmantelar uma sofisticada rede de tráfico internacional de cocaína.
A investigação revelou que os entorpecentes, provenientes da Bolívia, eram distribuídos em diversas cidades da Zona da Mata e no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro.

Com o apoio das Delegacias de Piracicaba e Campinas, em São Paulo, a PF em Juiz de Fora conseguiu efetuar a prisão de dois suspeitos e realizar a apreensão de evidências cruciais para o caso.




Os mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão foram expedidos pela 2ª Vara Federal de Juiz de Fora, tendo como alvos um homem e uma mulher residentes nas cidades paulistas de Piracicaba e Rafard.

Os presos serão encaminhados aos presídios de Piracicaba e Campinas, onde poderão enfrentar penas de até 15 anos de reclusão, conforme informado pela PF.




Segundo as autoridades, a rota do tráfico internacional de cocaína envolvia a saída da droga da Bolívia, que adentrava o Brasil pela fronteira com Rondônia.

Posteriormente, os entorpecentes eram transportados pelos suspeitos em veículos de passeio e distribuídos para traficantes na Zona da Mata e no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro.