A Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) realiza neste sábado (13), o Dia D da vacinação contra a Influenza para todo o público alvo da campanha. A ação acontece nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), de 8h às 17h. Podem se vacinar as crianças de seis meses a menores de seis anos (5 anos, 11 meses e 29 dias); as pessoas com 60 anos ou mais; as gestantes e puérperas (até 45 dias pós-parto); os trabalhadores de Saúde de 18 anos ou mais; os professores; pessoas em situação de rua; profissionais das forças de segurança e salvamento; profissionais das Forças Armadas; pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independentemente da idade; pessoas com deficiência permanente; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso; e a população privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.

A vacinação contra o vírus da gripe possibilita a prevenção e o surgimento de complicações decorrentes da doença, óbitos e suas consequências sobre os serviços de saúde, além de minimizar a carga da doença, reduzindo os sintomas, que podem ser confundidos com os da Covid-19.




São considerados trabalhadores da saúde aqueles que atuam em espaços e estabelecimentos de assistência e vigilância à saúde, sejam eles hospitais, clínicas, ambulatórios, laboratórios e outros locais. Assim, compreende tanto os profissionais da saúde, como médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontologistas, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais de educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares; quanto os trabalhadores de apoio, como recepcionistas, seguranças, pessoal da limpeza, cozinheiros e auxiliares, motoristas de ambulâncias e outros, ou seja, aqueles que trabalham nos serviços de saúde, mas que não estão prestando serviços diretos de assistência à saúde das pessoas.

Incluem-se, ainda, aqueles profissionais que atuam em cuidados domiciliares, como os cuidadores de idosos e doulas/parteiras. A vacina também será ofertada aos estudantes da área da saúde que estiverem prestando atendimento na assistência dos serviços de saúde. Para fins de comprovação, os trabalhadores de saúde devem levar documentação que comprove o vínculo ativo. Os profissionais do transporte e caminhoneiros, assim como os de segurança e salvamento e das Forças Armadas também precisam apresentar documento que comprove o exercício efetivo da função.




No caso dos professores, deverão receber a vacina influenza mediante apresentação de documento que comprove sua vinculação ativa como professor. Todos os professores das escolas do ensino básico (creche, pré-escolas, ensino fundamental, ensino médio, profissionalizantes e EJA) e superior, de caráter público e privado.

A vacina oferecida é a trivalente, capaz de proteger contra os três principais tipos de vírus “da gripe” em circulação: Influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e Influenza B. A imunização previne complicações decorrentes da doença, óbitos e suas consequências sobre os serviços de saúde, além de minimizar a carga viral, reduzindo os sintomas, que podem ser confundidos com os da Covid-19.