Foto: PJF




Com a aproximação de uma frente fria vinda do Sul do país, o Sudeste do Brasil está em alerta máximo para fortes temporais a partir desta sexta-feira (22). A previsão alarmante emitida pela Climatempo indica que a condição de tempo instável pode persistir ao longo do fim de semana, deixando os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo em estado de alerta para risco de deslizamentos e inundações.

O Rio de Janeiro, segundo projeções meteorológicas, é o estado mais vulnerável, com volumes de chuva podendo alcançar até 200 milímetros por dia. O Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres (Cemaden) emitiu um alerta especial, instando as Defesas Civis estaduais a estarem prontas para possíveis ocorrências.




Os impactos previstos não são menos preocupantes em outros estados da região. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta para chuvas intensas, principalmente no litoral norte e região metropolitana de São Paulo, sul e Zona da Mata de Minas Gerais e sul do Espírito Santo.

O risco de alagamentos e deslizamentos de terra é descrito como muito alto, especialmente no Rio de Janeiro, onde os volumes de chuva podem exceder os 200 milímetros. O Inmet emitiu alertas adicionais para a Região Metropolitana de São Paulo, sul de Minas Gerais, sul do Espírito Santo e todo o estado do Rio de Janeiro, indicando “grande perigo”. Nessas áreas, espera-se que a chuva ultrapasse os 100 milímetros por dia, com ventos que podem atingir até 100 km/h, conforme comunicado do instituto, com vigência até domingo (24).




Os meteorologistas explicam que essas condições extremas são consequência direta do calor intenso dos dias anteriores. O choque da frente fria com a atmosfera aquecida tem o potencial de desencadear fortes temporais, conforme destacado pela Climatempo.