Foto: Agência Minas




Governo de Minas Gerais publicou nesta quinta-feira (7/3) a nomeação de 1.133 novos Policiais Penais do Concurso Público Edital Sejusp 002/2021: são 909 homens e 224 mulheres. Eles se somam aos 1.136 aprovados que já estão em processo de posse e perícias médicas.

Os 3.405 aprovados no certame foram divididos em três grupos – chamados de lotes – para facilitar os trâmites necessários posteriores à nomeação. Agora, primeiro e segundo lotes já foram nomeados, restando apenas o último grupo de 1.136 novos profissionais, que também será nomeado em breve.




Os aprovados passaram pelas seis etapas do concurso: prova objetiva e redação, avaliação psicológica, exames médicos, teste de aptidão física, investigação social e, por último, o Curso de Formação Técnico Profissional (CFTP), que foi dividido em três turmas.

Pela primeira vez, o Governo de Minas terá parte do processo de posse feito de forma totalmente eletrônica; os objetivos são agilizar os procedimentos, desburocratizar o trâmite e reduzir os papeis, já que os documentos dos aprovados serão diretamente armazenados em pastas digitais dentro do Sistema Sei!. Para facilitar esse processo, tutoriais estão sendo criados para auxiliar os novos policiais penais. Confira neste link.




Esse é um dos maiores concursos da história do sistema prisional de Minas Gerais. O certame, que foi aberto incialmente para 2.420 vagas, chamará ao todo 3.405 profissionais, depois de um esforço do Governo de Minas para aprovar a nomeação de excedentes.

Para o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Rogério Greco, “as nomeações reforçam o esforço de muitos profissionais da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) para que o concurso fosse homologado e que as etapas subsequentes estejam sendo realizadas. Muito em breve todos esses profissionais estarão nas nossas unidades prisionais contribuindo para fortalecer ainda mais a segurança pública do nosso estado”.




A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública ressalta que as vagas serão preenchidas obedecendo estritamente a ordem de classificação final dos candidatos no certame, conforme previsto em edital.

Fonte: Agência Minas