Foto: Pexels




Uma liminar da Justiça exigiu que a Vivo regularize o serviço de telefonia móvel em Espera Feliz, na Zona da Mata mineira, após reclamações dos moradores sobre falhas constantes no serviço. Moradores encaminharam um abaixo-assinado ao Ministério Público, resultando na decisão que obriga a empresa a realizar reparos, substituições e ampliação dos equipamentos em até 90 dias. Caso contrário, a Vivo enfrentará multas diárias de até R$ 10 mil.

Entre as queixas dos clientes estão indisponibilidade frequente no sinal de celular, interrupções em chamadas telefônicas, conexão instável da internet e dificuldades na transmissão de dados. Segundo a promotoria de Justiça, em novembro de 2023, o serviço chegou a ficar indisponível por três dias.




O promotor de Justiça, Vinicius Bigonha, destacou que a Vivo mantém a cobrança integral dos planos contratados, mesmo nos dias em que o serviço não está disponível, violando o Código de Defesa do Consumidor.

Questionada sobre os problemas relatados, a Vivo afirmou que o fornecimento de telefonia e internet está em funcionamento regular, mas a decisão judicial mostra que há discordância sobre o estado do serviço oferecido.