Uma mulher de 37 anos, portadora da doença de Parkinson, prestou queixa de um ataque sexual que teria ocorrido no Centro de Cataguases, município localizado a aproximadamente 120 quilômetros de Juiz de Fora. O incidente, catalogado como estupro de vulnerável pela Polícia Militar, teve sua ocorrência na noite da última segunda-feira (19).

De acordo com o depoimento da vítima à polícia, ela estava em sua residência quando um homem de 43 anos, que havia adquirido um telhado dela há uma semana, apareceu sem aviso prévio. Ele invadiu o domicílio e consumou o ato de violência sexual, aproveitando-se da fragilidade da mulher devido à sua condição médica.




A mulher relatou que, dias antes, havia vendido um telhado para o agressor, e os dois estavam em contato por telefone discutindo os detalhes do contrato de compra e venda do material. Segundo o registro policial, o suspeito decidiu aparecer na residência da vítima sem convite, momento em que perpetrou o crime.

O agressor foi localizado, detido e encaminhado para a Delegacia Plantão na cidade de Leopoldina. A polícia está conduzindo as investigações para esclarecer os detalhes do incidente e buscar justiça para a vítima.