Na noite desta terça-feira (15), uma tentativa de roubo a um taxista foi registrada na Rua Afonso Pinto da Mota, no Centro de Juiz de Fora.

De acordo com informações da Polícia Militar, a vítima, um taxista de 34 anos, relatou que aceitou um passageiro, um jovem de 24 anos, no bairro São Matheus, com destino à Avenida Getúlio Vargas. No entanto, durante o trajeto, quando o veículo se aproximava da Praça Antônio Carlos, o autor proferiu ameaças à vítima, segurando o que parecia ser uma arma preta e ordenando que ele se mantivesse quieto, com as palavras: “perdeu, quietinho”.




A vítima não se intimidou e tomou uma atitude corajosa para evitar o assalto. O taxista começou a conduzir o táxi na contramão e, ao se aproximar da Praça dos Três Poderes, passou a pedir socorro. Populares que passavam pelo local notaram a situação e se uniram para intervir.

Enquanto o táxi ainda estava em movimento, algumas pessoas começaram a agredir o autor, que tentava escapar do local. As agressões continuaram mesmo após o veículo parar, com a própria vítima também entrando na luta contra o infrator. Durante o tumulto, o objeto que o autor segurava, inicialmente pensado como uma arma, revelou-se ser uma caixa de balas de cor preta, que caiu ao chão durante as agressões.




A Polícia Militar foi acionada e prontamente chegou ao local, tomando as medidas necessárias para controlar a situação. Ambas as partes envolvidas no ocorrido foram encaminhadas à autoridade policial para as devidas providências.