No período de janeiro a maio de 2023, um total de 5.669 candidatos foram reprovados no exame para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria de direção de automóveis em Juiz de Fora. Os dados foram divulgados pelo Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) e revelam que apenas 1.469 pessoas obtiveram aprovação, resultando em uma taxa de sucesso de apenas 26% em relação ao número de candidatos reprovados. No total, 3.869 indivíduos se inscreveram para realizar o exame este ano na cidade, sendo que 86 deles não compareceram na data agendada.

De acordo com o Detran, a discrepância entre o número de reprovações e de inscritos ocorre devido à possibilidade de um mesmo candidato realizar o exame prático mais de uma vez até obter a aprovação. No ano passado, o número de reprovações em Juiz de Fora chegou a 19.948, enquanto o de aprovações ficou em 5.053, resultando em uma taxa de aprovação de 25%. No total, 10.315 pessoas se inscreveram para obter a CNH em 2022, sendo que 602 delas não realizaram o exame.




Segundo informações do Detran, Juiz de Fora conta com 29 Centros de Formação de Condutores (CFCs). O Secretário da Banca Examinadora, escrivão Leonardo Lesse Leal, da Polícia Civil de Minas Gerais, destacou que foi possível observar uma redução no número de aulas de prática veicular nos CFCs após a pandemia, devido à queda no poder aquisitivo da população em geral, o que pode estar refletindo no baixo índice de aprovação em todo o estado. Em 2019, ano que antecedeu a eclosão da pandemia de Covid-19, o Detran registrou 7.785 inscritos, 394 ausentes, 4.067 aprovados e 13.948 reprovados, resultando em uma taxa de aprovação de 29%.

O secretário também mencionou que a geografia de Juiz de Fora, com relevo acentuado, exige grande habilidade dos candidatos. Os exames de direção veicular na categoria B são realizados nos bairros Parque Guarani, Vivendas da Serra e Vale dos Bandeirantes, locais com trânsito regular e aclives acentuados, o que demanda controle emocional, conhecimento das manobras, das regras de circulação e habilidade na condução do veículo. Já os exames da categoria A são realizados em duas motopistas padronizadas pelo Detran, e os exames das categorias D, E e Exame Especial ocorrem no bairro Aeroporto.