Foto: Polícia Militar




Quinhentas e trinta e seis pessoas foram presas pela Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), por meio da Polícia Militar Rodoviária, durante a megaoperação Narco Minas, realizada entre os dias 26/6 e 2/7, nos cerca de 30 mil quilômetros de rodovias estaduais e federais delegadas sob a responsabilidade da instituição. 

Do total de presos, 21 eram foragidos da Justiça. A megaoperação também teve como resultado a apreensão de mais de uma tonelada de maconha prensada em tabletes, de 178 quilos de crack e 16 quilos de haxixe, além de 326 pinos de cocaína e 23 armas de fogo. Também houve a recuperação de 30 veículos roubados.  




A Narco Minas foi  programada  em referência ao 26/6,  Dia Internacional contra o Abuso e Tráfico Ilícito de Drogas, data definida pela Organização das Nações Unidas (ONU) desde 1987.

A operação contou com o emprego 1,2 mil policiais militares e apoio do Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG), do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e outros órgãos. 

Prevenção

Ao longo de todo período de operação foram desencadeadas abordagens sistemáticas em locais estratégicos, além de blitze preventivas,  durante as 24 horas do dia. 




De acordo com o subcomandante do Batalhão de Polícia Militar Rodoviária, major Gláucio Damasceno Gomes Sigaud Caetano, a Narco Minas integra operações desenvolvidas, diariamente, pela Polícia Militar nas rodovias mineiras com o objetivo de  coibir a criminalidade violenta, como o tráfico de drogas. “De janeiro até agora, a Polícia Militar já retirou de circulação quase 20 toneladas de drogas, sendo maconha e cocaína as mais apreendidas  nas rodovias”, disse.

Fonte: Agência Minas