A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) registrou um caso suspeito de racismo na noite de quinta-feira (4) no Restaurante Universitário (RU) do campus, localizado no Bairro São Pedro, Zona Oeste de Juiz de Fora. A Polícia Militar (PM) foi acionada para atender a denúncia de uma funcionária do refeitório que alegou ter sido vítima de racismo por um estudante do curso de Ciências Econômicas.

De acordo com o Boletim de Ocorrência (BO), o aluno teria se recusado a receber a sobremesa que a funcionária entregava, alegando “Não pego alimento das mãos de negros”. A trabalhadora contou o ocorrido à chefia, que chamou o estudante para prestar esclarecimentos. Ele permaneceu no local até a chegada da PM.




Em depoimento aos militares, o estudante disse que estava na fila de sobremesas e que, como a funcionária estava distraída, ele mesmo pegou o doce na bancada. Ele também afirmou que “jamais praticaria um caso de racismo, pois a mãe dele é negra”. Após o depoimento, o aluno foi liberado pela PM. O caso será encaminhado para a Polícia Civil para investigação.

A UFJF se pronunciou por meio de nota e afirmou que repudia todo e qualquer ato de discriminação e racismo. A universidade também ressaltou que está apurando os fatos e adotará as medidas cabíveis, reafirmando o compromisso com a promoção da diversidade e do respeito às diferenças.