-Continua após a publicidade-

O novo Parque Municipal de Juiz de Fora foi inaugurado oficialmente na manhã de terça-feira, dia 12. O espaço foi oficialmente criado através de cessão não onerosa do Sesc à Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) pelo prazo de 20 anos. Inicialmente cedido à Prefeitura no dia 31 de maio, em comemoração aos 171 anos da cidade, o espaço agora abre as portas para a população. Já o parque do Museu Mariano Procópio estava fechado desde 2020 e foi parcialmente reaberto, funcionando agora de terça a domingo, das 8h às 17h para o público amplo. Para integrantes do Clube da Caminhada, o acesso ao local acontece a partir das 6h, nos mesmos dias da semana.

Parque Municipal

-Continua após a publicidade-

Na abertura, a prefeita Margarida Salomão destacou a oferta irrecusável de assumir o parque. “Temos uma perspectiva extraordinária de oferecer para a população de Juiz de Fora um local de convivência, principalmente para quem não tem acesso a clubes com uma estrutura tão boa. E como hoje é o dia das crianças, eu espero que elas tomem conta desse espaço, para não termos somente uma cidade melhor, mas também uma cidade mais feliz.”

A área de 5.779,24 m2, do antigo Sesc Pousada, vai oferecer à cidade uma excelente estrutura para prática de esporte e lazer, além de atividades culturais e eventos diversos. O espaço é composto de quatro campos de futebol, quatro quadras, um ginásio poliesportivo coberto, parque aquático, dois espaços para instalações de restaurantes, salão de jogos, instalações de churrasqueiras, pista de caminhada e trilhas, além de estacionamento e áreas arborizadas.

-Continua após a publicidade-

Os espaços serão abertos de maneira progressiva ao público, com capacidade de 1.500 visitantes, seguindo os protocolos sanitários exigidos pela administração municipal. Para o secretário de Comunicação, Márcio Guerra, o espaço terá grande importância para a cidade. “O Parque Municipal traz a possibilidade de ocupação do tempo livre, com a prática de esporte e lazer, de maneira gratuita e digna para a população”.

O secretário de Esporte e Lazer, Marcelo Matta, ressaltou a importância das secretarias na preparação do parque. “Este parque estava há dois anos fechado. Houve uma intervenção muito intensa por parte de muitas secretarias, principalmente, Demlurb, Empav, Cesama, SO. Quem veio aqui há 40 dias atrás nota o tamanho da diferença.”

-Continua após a publicidade-

O Parque terá a gestão de um Comitê Gestor vinculado à PJF, de caráter permanente e com capacidade deliberativa. A direção se dará de maneira tripartite, entre membros da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL), da Secretaria de Turismo (Setur), da Secretaria de Comunicação Pública (Secom). Além disso, o projeto terá acompanhamento da Secretaria de Transformação Digital e Administrativa (STDA), da Secretaria da Fazenda (SF) e da Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa).

A inauguração contou também com as vozes do Coral Cesama, que realizou a primeira apresentação presencial desde que paralisaram as atividades por conta da pandemia. Também teve feira de artesanato, além de entidades filantrópicas cadastradas que fizeram a comercialização de alimentos no parque.

-Continua após a publicidade-

O Parque Municipal está localizado no antigo Sesc Pousada, rua do Contorno s/n, no bairro Nova Califórnia, com o horário de funcionamento de terça a domingo, das 8h às 17h.

Protocolos para visitação

-Continua após a publicidade-

Para a retomada do funcionamento de forma segura, um protocolo especial foi criado para o espaço. No caso de pessoas com idade igual ou superior a 12 anos, o acesso só será liberado mediante apresentação de carteira de vacinação ou do aplicativo ConecteSUS, que comprove a aplicação da primeira, segunda ou terceira dose contra o coronavírus, seguindo o calendário de cada faixa etária no município.

As normas sanitárias incluem ainda aferição de temperatura na entrada dos parques, uso de máscara durante todo o período de permanência nos locais, distanciamento mínimo de um metro e meio entre as pessoas e uso de álcool em gel. É terminantemente proibida a entrada de bebida alcoólica nos locais.

Parque do Museu Mariano Procópio

Com capacidade máxima para 200 pessoas, o parque do Museu Mariano Procópio teve as visitações suspensas em março de 2020, devido à pandemia da Covid-19 e, desde janeiro, vem passando por uma série de intervenções estruturais. Sua reabertura sempre foi uma prioridade para a atual gestão que entende o espaço como um patrimônio das cidadãs e dos cidadãos de Juiz de Fora, além de ser um importante atrativo turístico, devendo, portanto, ser usufruído por todas e todos, dentro de condições adequadas de segurança e conforto.

“Nós estamos retomando um espaço da cidade. E é bom que isso aconteça hoje porque as crianças estão entre aqueles que mais sofreram com a pandemia. É muito importante ter a cidade como um lugar de bem viver. Queremos fundamentalmente que a cidade seja nossa como nosso lugar de conviver e viver bem. Foi realizada uma grande Operação Boniteza para tornar esse espaço frequentável novamente. Essa é uma grande conquista para Juiz de Fora”, destacou a prefeita Margarida Salomão.

Inaugurado em 1861, com projeto atribuído ao francês Auguste Glaziou, o parque do Museu Mariano Procópio é muito procurado por quem busca momentos de lazer ao ar livre e para a prática de caminhadas. Desde 2015, o conjunto paisagístico é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Além do lago, a área possui um bosque com plantas da Mata Atlântica, incluindo o Pau-Brasil, que está em extinção, e espécies exóticas. Entre as árvores de grande porte, estão os jatobás e as belas sapucaias, plantadas por Mariano Procópio. Também destacam-se espécies frutíferas, como as jaqueiras, as jabuticabeiras e o coco Mariano, que alimentam a fauna composta principalmente por aves: jacus, sabiás, tucanos, saíras sete cores e sanhaço azul, entre outras.

No parque, os visitantes também podem apreciar elementos artísticos, como esculturas, estátuas de mármore, muretas, bustos, escadarias e monumentos de grande beleza. O Parque do Museu Mariano Procópio fica na Rua Mariano Procópio, 1.100, bairro Mariano Procópio.

Protocolos para visitação

Para a retomada do funcionamento de forma segura, um protocolo especial foi criado pela Prefeitura de Juiz de Fora, que é responsável pela gestão do equipamento cultural, por meio da Fundação Museu Mariano Procópio (Mapro). No caso de pessoas com idade igual ou superior a 12 anos, o acesso só será liberado mediante apresentação de carteira de vacinação ou do aplicativo ConectSUS, que comprove a aplicação da primeira, segunda ou terceira doses contra o coronavírus, seguindo o calendário de cada faixa etária no município.

As normas sanitárias incluem ainda aferição de temperatura na entrada do parque, uso de máscara durante todo o período de permanência no local, distanciamento mínimo de um metro e meio entre as pessoas, uso de álcool em gel e lotação máxima de 200 visitantes por vez, com controle por meio de porteiro e catracas. Não é necessário agendar a visitação, e o tempo médio de permanência recomendado é de duas horas. Eventos de qualquer natureza, ensaios fotográficos e uso dos parquinhos infantis ainda não foram liberados. Os bebedouros só poderão ser utilizados para encher copos e garrafas, que deverão ser levados pelos visitantes, sendo vetados os jatos de boca.

-Continua após a publicidade-
-Continua após a publicidade-
-Continua após a publicidade-
-Continua após a publicidade-
-Continua após a publicidade-