Após o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), emitir nota para apaziguar as relações entre o Poder Executivo e o Supremo Tribunal FEderal (STF), manifestantes que pediam impeachment dos 11 ministros da Corte começaram a deixar a Esplanada dos Ministérios. 

Cerca de 30 minutos após a divulgação da nota de Bolsonaro, caminhoneiros que estavam estacionados em frente ao Congresso Nacional começaram a deixar o local. 

Milhares de pessoas chegaram a Brasília na última segunda-feira (6) para manifestação de 7 de Setembro. Desde a segunda-feira, apoiadores de Bolsonaro estavam acampados na Esplanada. Eles afirmavam até então que deixariam o local apenas com a saída dos ministros do STF. O maior alvo, no entanto, era Alexandre de Moraes, responsável pelos inquéritos que investigam fake news e ações antidemocráticas. 

Por volta das 17h30, alguns manifestantes estavam no limite do bloqueio feito pela Polícia Militar do Distrito Federal. 

De acordo com PMs ouvidos pela reportagem de O TEMPO, o movimento diminuiu consideravelmente após a nota de Bolsonaro.