28/07/2021

EX-MULHER DE DJ IVIS DIVULGA VÍDEOS EM QUE ELE A AGRIDE NA FRENTE DA FILHA

Ex-mulher do DJ Ivis, Pamela Hollanda divulgou neste domingo um vídeo em que o artista, expoente do forró eletrônico, aparece a agredindo com tapas, socos e chutes na frente da filha deles, de apenas 9 meses. As imagens foram registradas pela câmera de segurança de um apartamento. Uma outra pessoa, não identificada, também está presente. Em suas redes sociais, Pamela também publicou fotos de seu rosto machucado, segundo ela em decorrência das agressões, que aconteceram em março deste ano.

O DJ Ivis, cujo nome é Iverson de Souza Araújo, não costmentou o conteúdo dos vídeos, mas se manifestou em nota, dizendo: “Infelizmente não temos vivido uma relação saudável há algum tempo e já faz uma semana que estamos separados de fato. Estamos tentando de todas as maneiras que tudo isso tenha uma solução. Temos uma filha que não precisa viver no meio de conflitos. Desde a separação, semanalmente, envio um valor para as despesas, já deixei pago pediatra e vacinas da nossa filha.”

Pamella acusou Ivis de deixá-la com apenas R$ 12 na conta bancária e disse que chegou a pedir a ela que comprasse leite para a filha.

Imagem publicada por Pamela mostra rosto machucado
Imagem publicada por Pamela mostra rosto machucado

Em 12 de março, DJ Ivis registrou um boletim de ocorência contra Pamella por discussões que os dois tiveram em casa, em Fortaleza. Segundo dito pelo artista, Pamella não admitiria o fim do relacionamento e teria ameaçado sumir com a filha. O produtor afirmou que estava “com medo do comportamento desequilibrado” da companheira”: “Não estou aqui para justificar nada. Estou aqui para mostrar que não aguento mais isso. Muitas pessoas vão me julgar, mas eu não suportava mais isso, eu recebi chantagens, ameaça de morte com a minha filha.”

No seu Instagram, Ivis também compartilhou vídeos de Pamela tentando agredi-lo e o boletim de ocorrência feito em março. Segundo o “UOL”, no dia 3 de julho, Pamela foi à polícia e fez um boletim de ocorrência por agressão contra o DJ e no dia seguinte, o MP (Ministério Público) solicitou uma medida protetiva para a mulher e a filha, o que foi concedido pelo TJ-CE (Tribunal de Justiça do Ceará).