28/07/2021

‘Doença da urina preta’: Mulher está em estado grave em GO

Uma mulher foi internada em estado grave devido a complicações da Doença de Haff, causada pela ingestão de peixe contaminado e que ficou conhecida por causa de um de seus sintomas: a urina escura.

O caso ocorreu em Goianésia (GO) e, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, ela se sentiu mal menos de 24 horas depois de comer peixe.

A paciente, hospitalizada no dia 24 do último mês, apresentou agravamento do quadro e teve que ser transferida para a capital, onde está internada.

Os principais sintomas da Síndrome de Haff são a falta de ar, a dormência e a perda de força em todo o corpo e a urina cor de café.

Orientações

utiCrédito: Marcello Casal jr/Agência Brasil Região central de Goiás está em alerta e faz o rastreamento

Recomenda-se que, aos primeiros sintomas, o paciente busque uma unidade de saúde imediatamente e identifique outros indivíduos que possam ter consumido do mesmo peixe ou crustáceo para captação de possíveis novos casos da doença.

Os profissionais de saúde a observarem a cor da urina (escura) como sinal de alerta e o desenvolvimento de rabdomiolise, pois neste caso, o paciente deve ser rapidamente hidratado durante 48 a 72 horas.

Também pede para evitar o uso de antiinflamatórios e na ocorrência de casos suspeitos, recomenda-se exame para dosagem de creatinofosfoquinase (CPK), TGO e monitorização da função renal.