28/07/2021

Alojamento emergencial da Prefeitura abrigou 26 pessoas nesta noite fria

Com o objetivo de reduzir os impactos das baixas temperaturas sobre a população em situação de rua, a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) instaurou um alojamento emergencial para abrigar pessoas em situação de rua durante a noite. A iniciativa foi desenvolvida pelo Comitê Permanente de Gestão de Situações de Baixas Temperaturas, criado pelo Decreto N.º 14.628.

Na quarta-feira, 30, 26 pessoas nesta situação passaram a noite no prédio da Empresa Regional de Habitação de Juiz de Fora (EMCASA), localizado na Avenida Sete de Setembro, 975. Foram montadas camas para a população e a alimentação foi oferecida através de parceria com os vicentinos. Além disso, houve espaço para acolhimento dos animais de estimação dos abrigados e possibilidade de abrigar casais.

A capacidade é para 50 pessoas, sendo as vagas preenchidas por ordem de chegada. A entrada começa a partir de 17h, pela Avenida Brasil, e o horário de saída é até às 9h. A secretária de governo, Cidinha Louzada, destaca a urgência da ação. “Nós mobilizamos diversos setores da Prefeitura para organizar o alojamento o mais rápido possível. Temos o compromisso de agir para garantir que quem precisa de apoio no frio, terá para onde recorrer”, afirma.

O Comitê é composto por representantes da Secretaria de Assistência Social (SAS); da Secretaria de Governo (SG); da Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil; da Secretaria de Saúde (SS); da Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania (Sesuc); da Secretaria de Mobilidade Urbana (SMU); da Secretaria Especial de Direitos Humanos (SEDH); da Empresa Regional de Habitação de Juiz de Fora (EMCASA); e da Secretaria de Comunicação Pública (Secom).

Plano de Contingência

Portaria N.º 11.685 que estabeleceu o Plano de Contingência para Situações de Baixas Temperaturas foi publicada nesta quinta-feira, 1º de julho. O Plano apresenta um conjunto de medidas estratégicas, a curto, médio e longo prazo, que serão realizadas de forma integrada pelos órgãos municipais responsáveis pelas áreas de proteção, defesa civil, assistência social, direitos humanos, saúde e governo, com o objetivo de minimizar os impactos das baixas temperaturas sobre a população em situação de rua no município.

Na tarde da última quarta-feira, 30, a SEDH realizou reunião virtual para apresentar o Plano de Contingência aos membros do Comitê Intersetorial de Elaboração, Acompanhamento e Monitoramento da Política Municipal para a População em Situação de Rua – Comitê Pop Rua – JF.

Durante a reunião, o secretário especial de direitos humanos, Biel Rocha, ressaltou a importância destas iniciativas e ações. “Esta reunião é extraordinária para que a sociedade civil tenha ciência deste plano e faça o acompanhamento. Há mais ou menos 20 dias a Prefeita acionou SAS, SEDH e SG para criarem ações e estratégias para lidar com a situação do frio. A grande atribuição do Comitê é elaborar o plano, um esforço do governo que envolve toda a prefeitura. Esse plano permitirá que, assim que a cidade atinja 13 graus, seja acionada a rede de proteção”, destaca.

Campanha Juiz de Fora Solidária no Frio

Como parte destas ações rápidas e estratégicas para o enfrentamento dos impactos do inverno, a PJF lançou a campanha “Juiz de Fora Solidária no Frio”, uma mobilização para arrecadação de cobertores e colchões novos que serão doados à população em situação de rua e famílias em situação de vulnerabilidade social no município.

Confira os pontos de recolhimento de cobertores e colchões:

-Prédio da Prefeitura: Avenida Brasil, 2.001, no Centro, das 8h às 18h
-Passe Livre, Rua Fonseca Hermes: 143, Centro, das 8h às 17h
-Casa da Mulher: Avenida Garibalde Campinhos, 169, Vitorino Braga (antigo prédio da Defesa Civil), das 7h30 às 17h