28/07/2021

MPF pede condenação de Sikêra Jr por discurso de ódio contra população LGBTQIA+

O Ministério Público Federal ajuizou uma ação civil pública contra a ‘RedeTV!’ e contra o o apresentador Sikêra Jr, do programa “Alerta Nacional” nesta segunda-feira (28). A ação foi movida após o apresentador usar falas discriminatórias contra a população LGBTQIA+ durante a programação na sexta-feira (25). Sikêra Jr. referiu-se aos homoafetivos como ‘uma raça desgraçada’.

O apresentador fez a fala preconceituosa em reação ao anúncio comercial da Burger King para o Dia do Orgulho LGBTQIA+, celebrado nesta segunda-feira (28). A publicidade traz o filme “Como Explicar” mostra filhos de casais homoafetivos contando como são suas famílias. As respostas são dadas por crianças, de forma espontânea.

“A gente está calado, engolindo, engolindo essa raça desgraçada que quer que a gente aceite que a criança… deixe as crianças, rapaz!”, disparou o apresentador.

Nas redes sociais, a fala preconceituosa de Jr também teve grande reprecussão. Uma delas motivada pela Aliança Nacional LGBTI+.

Um dos pedidos do movimento é para que os patrocinadores deixassem de investir na programação. “Marque as empresas e peça pela retirada da monetização desse conteúdo criminoso”, trazia a publicação do grupo no Twitter com mais de 1,3 mil compartilhamentos.

A RedeTV!, nem o jornalistas haviam se pronunciado sobre a ação ajuizada até a noite desta segunda-feira (28).