17/06/2021

Mulher liga para a PM pedindo pizza e soldado entende que era socorro

Uma mulher de 54 anos ligou para a polícia pedindo uma pizza em Andradina, no interior de São Paulo, na noite dessa quinta-feira (27). O pedido inusitado, no entanto, foi compreendido de outra maneira pelo militar. O soldado entendeu que a solicitante pedia por socorro e, de fato, este era o objetivo.

Diante daquilo que entendeu, o militar acionou as viaturas para que fossem até casa da mulher. O que não se pensava era de que a suspeita do soldado seria confirmada. A solicitante vinha sendo agredida constantemente pelo companheiro, de 57, com ofensas verbais. As informações são do UOL

Em conversa com os militares, a mulher contou que o esposo ficou preso por 20 anos. Após sair da cadeia, voltou para o convívio da família, mas desde então sempre xingava e ofendia a companheira. Ontem ele ameaçou matá-la e disse que se não conseguisse iria executar os filhos dela.

A ameaça foi provocada, pois, segundo a mulher, ele chegou em casa com uma moto. Como ele está desempregado, a companheira achou estranho e perguntou como tinha comprado. As indagações não agradaram o homem.

A moto estava na casa quando a PM chegou. Uma busca no sistema apontou que se tratava de uma motocicleta que havia sido furtada. Ela foi recolhida para ser entregue ao verdadeiro dono.

Fuga

O suspeito fugiu ao perceber a chegada dos militares. A Polícia Civil de São Paulo informou que ele é considerado foragido, pois foi decretado o flagrante pelos crimes de agressão e furto.

A mulher solicitou medida protetiva para que o homem não possa mais voltar para a casa. Ela contou aos militares que pedir uma pizza foi a forma que encontrou de pedir ajuda, pois tinha medo de falar a verdade e ele ouvir.

O militar que atendeu o chamado recebeu um treinamento e identificou o pedido. Caso parecido com este já foi registrado nos Estados Unidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *