A prefeita Margarida Salomão (PT) nomeou no ultimo dia 13 o ex-vereador João Evangelista de Almeida, mais conhecido como João do Joaninho, para exercer cargo de provimento em comissão como assessor na Secretaria de Agricultura, Agropecuária e Abastecimento. João do Joaninho é réu em ação criminal após ser denunciado pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido. Ele também chegou a responder por crimes contra a fauna e desobediência, mas em ambos os casos já foi declarado inimputável por prescrição.

A Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), em nota, afirmou, na noite desta sexta-feira(19), que a nomeação já foi tornada sem efeito e a publicação sairá neste sábado (20) no Diário Oficial Eletrônico do Município.O Executivo ainda acrescenta que os critérios exigidos para o cargo não foram preenchidos pelo ex-vereador.

de acordo com o ex-vereador o convite partiu tanto da prefeita quanto da secretária de Governo, Cidinha Louzada, “que sabem do meu conhecimento de toda a área rural, mesmo porque nasci nela e sei das dificuldades dos que dependem e sobrevivem desta renda”. João do Joaninho, inclusive, é suplente do vereador Júlio César Rossignoli na Câmara Municipal.

Publicado em: 20/03/2021 às 00:01
A PREFEITA DE JUIZ DE FORA, usando das atribuições que lhe confere o Art. 47, inciso VIII, da Lei Orgânica Municipal, resolve tornar sem efeito o ato que nomeou, JOÃO EVANGELISTA DE ALMEIDA, para exercer o cargo de provimento em comissão de ASSESSOR IV, criado pela Lei nº 13.830, de 31 de janeiro de 2019, alterada pela Lei nº 14.159, de 31 de janeiro de 2021, ficando aprovado seu exercício a partir de 12 de março de 2021. Prefeitura de Juiz de Fora, 19 de março de 2021. a) MARGARIDA SALOMÃO – Prefeita de Juiz de Fora. a) ROGÉRIO FREITAS – Secretário de Recursos Humanos.