feiras livres de Juiz de Fora, bem como a Feira da Agricultura Familiar, serão suspensas a partir desta segunda-feira, 8, com o objetivo de evitar aglomerações e conter os avanços da Covid-19 em Juiz de Fora. A venda de alimentos para consumo domiciliar, poderá ser feita, exclusivamente, por delivery.

A decisão foi tomada após o anúncio da prefeita Margarida Salomão, na manhã deste domingo, 7, sobre o fechamento de todas as atividades públicas consideradas não essenciais, mantendo em funcionamento apenas aquelas que são estritamente imprescindíveis, como farmácias, supermercados, padarias e bancos.

O decreto municipal regulamentando as restrições passa a valer a partir das 0h de segunda-feira e terá validade de uma semana, até que novas decisões sejam tomadas.

A Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), destaca que, ainda que as feiras livres ocorram em locais abertos, não é possível fazer o controle de fluxo de pessoas nos espaços onde elas são realizadas.

Feira de Mulheres Produtoras e Agricultoras de JF

A “Feira de Mulheres Produtoras e Agricultoras de JF” que estava programada para acontecer em quatro segundas-feiras do mês de março, também foi suspensa.