A plataforma do Instagram disponibilizou, nesta quinta-feira (11), figurinhas e um filtro oficiais com o símbolo do “Ano do Boi”. Daí, a internet começou a questionar o significado de tal referência. Alguns encontraram ligações com a política nacional, outros achavam que era uma brincadeira e uma boa parcela chegou à verdade. Acontece que, nesta sexta-feira (12), será iniciado um novo ano chinês. Seguindo o Calendário Chinês, que divide em 12 signos representados por animais, em 2021 se inicia o “Ano do Boi”. 


O ano do Boi

Diferente do ano-novo ocidental, o ano-novo chinês segue o movimento dos astros, não um calendário fixo, e se inicia na segunda lua nova após o solstício de inverno. 

A tradição chinesa conta que Buda convocou os animais para uma reunião, mas apenas 12 atenderam ao pedido. Estes foram transformados, como honraria, em símbolos da astrologia chinesa. O ciclo do Calendário Chinês é representado por 12 animais: Rato, Boi, Tigre, Coelho, Dragão, Cobra, Cavalo, Cabra, Macaco, Galo, Cachorro e Porco. A cada 12 anos, o mesmo animal se repete. 

Os últimos anos do Boi foram: 1913, 1925, 1937, 1949, 1961, 1973, 1985, 1997 e 2009.

De acordo com a filosofia chinesa, o Ano do Boi é relacionado com força, trabalho árduo e superação. 

A Embaixada da China no Brasil realizou evento, no último dia 6, comemorando a chegada do novo ano. De acordo com o Consulado da China em Recife, não haverá comemoração presencial por conta da pandemia da Covid-19.  

O Ano de Boi que começa esta sexta vai até 31 de janeiro de 2022, quando, a partir daí, o Tigre passará a gerir o novo ano.