Prefeitura de Juiz de Fora, considerando a necessidade de serem adotadas medidas visando à diminuição dos índices de contaminação e letalidade decorrentes da Covid-19, optou por revogar o “ponto facultativo” nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro de 2021, respectivamente, segunda-feira (véspera de Carnaval), terça-feira (Carnaval) e quarta-feira (quarta-feira de cinzas).

De acordo com a subsecretária de Vigilância e em Saúde, Cecília Kosmann, foi observado em Juiz de Fora e no Brasil, de forma geral, um aumento no número de casos de Covid-19 e de óbitos, após os feriados de Natal e do Réveillon. “Por isso, é importante que nós tenhamos menos feriados nesse momento, principalmente os prolongados, para estimular a manter as pessoas na cidade, evitando aglomerações. Sabemos que as pessoas reduzem a sua vigilância em viagens, ainda mais no verão, nas praias e nas cachoeiras. Infelizmente, as pessoas não mantêm o distanciamento social e o uso de máscaras. No retorno à cidade, isso causa uma piora no quadro epidemiológico do município”

A ação foi adotada por outras administrações no Brasil, como nas capitais Salvador, Rio de Janeiro e Brasília, e visa evitar as aglomerações características da festa popular. “A medida foi adotada, assim como em outras cidades, tendo por base orientações dos setores epidemiológicos, além de que fatos recentes evidenciaram que feriados prolongados serviram de oportunidade para turismo de lazer, com viagens para regiões de aglomeração e contato com pessoas potencialmente contaminadas pela Covid-19. Por isso, esta decisão de cancelar o ponto facultativo”, destaca o secretário de Recursos Humanos, Rogério Freitas.

O cancelamento do ponto facultativo serve, portanto, como um desincentivo a essas viagens, evitando que a cidade importe novos casos de contaminação

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui