A Embraer informou nesta sexta-feira que fez parceria com o grupo de energia EDP Brasil para o desenvolvimento de uma aeronave de propulsão 100% elétrica que tem um primeiro voo previsto para o próximo ano.

A EDP Brasil fez um “aporte financeiro para a aquisição da solução de tecnologia de armazenamento de energia e recarga do avião demonstrador de tecnologia de propulsão 100% elétrica, que utiliza um EMB-203 Ipanema como plataforma de testes”, afirmou a Embraer em comunicado à imprensa.

Além da EDP Brasil, a Embraer tem parceria com a fabricante brasileira de motores elétricos Weg, formalizada em maio do ano passado.

Segundo a Embraer, a parceria com a EDP Brasil envolve “pesquisa em torno do armazenamento de energia de alta tensão”.

Os estudos para o desenvolvimento de um avião movido a eletricidade ocorrem em um momento em que as rivais maiores Airbus e Boeing avaliam o uso de tecnologia de propulsão híbrida (elétrica e a combustão) para a próxima geração de aviões, disse o presidente da Air Lease Corp AL.N, Steven Udvar-Hazy, durante um fórum do setor nesta semana.

A Airbus afirmou no ano passado que estava considerando produzir um avião híbrido até 2035, e a Rolls-Royce anunciou em março que espera que aviões com propulsão híbrida possam transportar cerca de 100 pessoas em voos comerciais até 2029.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui