A Defesa Civil, da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), interditou prédio residencial na Avenida Rio Branco, na altura do Bairro Cruzeiro do Sul, na noite de domingo, 30. Moradores ouviram estrondos vindos das estruturas e acionaram o departamento. Após análise, os 20 apartamentos e as casas vizinhas foram interditadas.

O prédio foi construído há 30 anos. Lá, houve agora a constatação de dano em um pilar que estrutura o condomínio. Nos próximos dias, a Defesa Civil continuará acompanhando a situação diariamente. Já foi verificada a possibilidade de reforço das estruturas. A Guarda Municipal está atendendo aos moradores, isolando o local e patrulhando a área, para que não haja nenhum incidente.

Na manhã desta segunda-feira, 31, em trabalho conjunto com os bombeiros, que assumiram a responsabilidade da ação, os moradores, portando todos os equipamentos de proteção individual, foram conduzidos às casas para retirarem pertences de extrema necessidade. Só foi permitida a entrada de um morador por vez.

A Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra) interditou totalmente o trânsito na Avenida Rio Branco, nas proximidades do prédio, e o desvio está sendo feito pela Rua Ibitiguaia. No sentido contrário, bairro/Centro, há estreitamento de pista nas adjacências do prédio, distanciando os veículos o máximo possível da área de risco. ​

  • A edificação foi interditada pelas equipes do Corpo de Bombeiros e a ação foi ratificada pela Defesa Civil.
  • De 20 apartamentos do prédio, 14 estavam ocupados e as famílias tiveram que deixar o local.
  • Uma casa ao lado do prédio foi desocupada preventivamente. Do outro lado, há uma edificação comercial que já estava vazia.
  • Na Rua Sarandira, nos fundos e abaixo da edificação, 31 famílias desocuparam suas casas, também por prevenção.
  • Total de 46 famílias desalojadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui