Uma cidade no interior de Santa Catarina aprovou, nesta quinta-feira, uma lei que proíbe cachorros de latirem. Por unanimidade, a Câmara Municipal de Penha determinou que a multa aos donos dos animais que infringirem a lei pode chegar a até R$ 23 mil.

As informações são do jornal Diário de Pernambuco. A lei, no entanto, não estabelece os limites para os latidos ou de que maneira os donos poderiam controlá-los. Ele foi proposta pelo vereador Everaldo Dal Posso (PL) e faz parte de uma série de regras que prevêem aplicar punições em perturbações do sossego.

 A proposta de lei gerou indignação nos moradores e fez com que alguns vereadores se defendessem afirmando que não haviam lido o projeto.

O prefeito da cidade, Aquiles da Costa (MDB), vetou a lei, que voltou para o plenário e passará por novo debate. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui