Durante todo o período de atuação do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) para o enfretamento a Covid-19, o planejamento de ações para combater o vírus tem sido criteriosamente elaborado pensando nas vítimas e nos militares que atuam na linha de frente, de forma a eliminar ou minimizar o contato direto durante o atendimento.

E entre as diversas ações, uma delas ganhou grande destaque na mídia internacional. O uso da maca bolha pelo CBMMG em atendimentos a vítimas contaminadas pelo coronavírus ou com fortes suspeitas, foi publicada nos principais jornais e sites do mundo, como o The Guardian (Inglaterra), Le Monde (França), The Washington Post (Estados Unidos), El País (Espanha).

Os veículos de comunicação internacional, exibiram em suas matérias, a efetividade da maca bolha utilizada nos atendimentos pelos militares de Minas Gerais, além do uso de todos os equipamentos de proteção individual (EPI).

No Brasil, a atuação do CBMMG também tem ganhado notoriedade para ocorrências envolvendo vítimas da Covid-19. Contando com 16 unidades de macas bolha distribuídas para diversos municípios de Minas Gerais, os militares durante o atendimento aos chamados de vítimas de Covid-19, ficam totalmente isolados de quem está sendo atendido.

O equipamento isola completamente a vítima em uma cápsula selada dos militares que estão realizando o atendimento, e de toda a estrutura interna da viatura. Além do uso da maca bolha em viaturas para o transporte de vítimas, as aeronaves do CBMMG também estão utilizando esse inovador e tecnológico equipamento para deslocamentos até os hospitais.

-Continua após a publicidade-

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui