Em uma nota de esclarecimentos, o Sindicato dos Profissionais Rodoviarios de Juiz de Fora (SINTTRO), afirmou que os funcionários da empresa Goretti Irmãos (GIL), o FGTS vem sendo descontado do pagamento porém não é depositado para o trabalhador desde Julho de 2018.

O Sindicato afirma já ter levado está ação para o conhecimento da Justiça, e por este motivo não pode realizar greves na empresa, cobrando uma ação efetiva sobre está situação.

“O Sindicato informa também que já ajuizou uma ação em face do Consórcio Manchester para cobrar o FGTS dos funcionários da GIL que se encontra atrasado desde julho de 2018, sendo esta ação a de número 001032434.2020.5.03.0036..2020.5.03.0036.”

Tentamos contato com a empresa GIL, mas não obtivemos uma resposta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui