Durante todo o dia, órgãos da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) envolvidos nas ações de enfrentamento ao coronavírus, estiveram no calçadão da Rua Halfeld, fazendo corpo a corpo com a população. Barreiras físicas foram colocadas nos acessos pela Avenida Rio Branco e Rua Batista de Oliveira, a fim de canalizar o fluxo de pedestres, para orientação e verificação do uso de máscara. A via não foi fechada em nenhum momento. O trabalho integra as estratégias adotadas pelo comboio “Da Vida, Pela Vida”, que desde 18 de maio vem fazendo abordagem preventiva e de fiscalização em vários pontos da cidade. A escolha do calçadão se deve à crescente concentração de pessoas verificada no local e ao fato de o Centro registrar os maiores índices de casos confirmados do Município. Neste sábado, 27, a mesma ação acontecerá no Bairro Benfica.

A equipe do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (Demlurb) esteve na operação. Todos os equipamentos públicos da via, degraus e portas de lojas foram descontaminados com solução sanitizante. A higienização se estendeu para os pontos de ônibus à direita e à esquerda da Avenida Getúlio Vargas, bem como nas esquinas do lado oposto da área, intensamente frequentadas por usuários de agências bancárias. Foram utilizados 132 litros da mistura de hipoclorito de sódio com água na região.

A abordagem a pedestres contou com ação feita por fiscais de posturas a pessoas flagradas circulando no calçadão sem máscara. Elas foram orientadas sobre a obrigatoriedade do uso, ganharam uma peça para se protegerem e receberam notificação pelo descumprimento da norma. A multa, em caso de reincidência, é de R$ 404,14.

O objetivo da mobilização é alertar a população para os riscos de contágio pelo coronavírus, sobretudo no Centro da cidade, onde se concentra maior parte dos casos positivos. A recomendação é clara quanto à necessidade de manutenção do distanciamento social, para redução desses números. Mensagem de áudio chama atenção para a responsabilidade de cada cidadão. “Bares, parques, festas. Tudo isso está suspenso, para sua proteção. Quanto mais gente nas ruas, mais aumentam as chances de proliferação do vírus”, anunciava o material sonoro.

As secretarias de Segurança Urbana e Cidadania (Sesuc), Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (Semaur), Transporte e Trânsito (Settra), Saúde (SS) e Desenvolvimento Social (SDS), juntamente com o Demlurb e a Agência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) já realizaram 33 intervenções desta natureza, em toda a cidade.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui