Os 20 aeroportos pesquisados pela SAC respondem por 87% do total de passageiros transportados no Brasil. – Foto: Divulgação/Ministério de Infraestrutura

Os 20 principais aeroportos brasileiros tiveram 94% de aprovação, entre os meses de outubro e dezembro de 2019. Segundo Pesquisa de Satisfação do Passageiro, divulgada nessa quinta-feira (6) pela Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC), os aeroportos de Florianópolis/SC, Campinas/SP (Viracopos) e Brasília/DF foram considerados os melhores do País em suas respectivas categorias – até 5 milhões de passageiros ano, de 5 a 15 milhões e acima de 15 milhões. Todos os terminais pesquisados pela SAC respondem por 87% do total de passageiros transportados no Brasil. 

No quarto trimestre de 2019, foram realizadas 24.948 entrevistas com viajantes domésticos e internacionais. O índice de satisfação geral passou de 4,39 para 4,49, numa escala que vai de 1 (“muito ruim”) a 5 (“muito bom”), na comparação com o 4º trimestre de 2018. Foi a maior nota média já registrada na série histórica da pesquisa da SAC, iniciada em 2013. Em relação aos outros 37 indicadores avaliados, a “cordialidade e prestatividade dos funcionários do check-in”, na média geral dos 20 aeroportos, foi o que obteve maior nota média (4,72). Já o “custo-benefício dos produtos de lanchonetes/restaurantes” registrou a menor nota (3,00).

Todos os cinco grupos de indicadores tiveram evolução na média geral, na comparação com o mesmo período do ano anterior: “infraestrutura aeroportuária” (+1,6%), “facilidades ao passageiro” (+2,1%), “órgãos públicos” (+0,2%), “companhias aéreas” (+0,6%) e “transporte público” (+1,6%). No agrupamento “infraestrutura aeroportuária”, 15 dos 16 itens avaliados obtiveram notas acima de 4 (“bom”) e 12 indicadores tiveram suas maiores médias históricas nesse trimestre.

Para o secretário nacional de Aviação Civil, Ronei Glanzmann, os resultados mostram que o País vem alcançando nível de excelência na infraestrutura, nos serviços e na operação dos aeroportos. “As futuras concessões certamente vão continuar transformando para a melhor os aeroportos brasileiros, com investimentos privados de mais de R$ 10 bilhões nos próximos anos”, afirmou Glanzmann.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui